A Conferência Estadual do PCdoB do Tocantins foi realizada nesta terça-feira (14), no auditório da Assembleia Legislativa do Estado, que ficou lotado com a presença de delegados da capital e do interior, bem como de militantes e convidados ao evento.

Por unanimidade, a conferência elegeu o pleno do Comitê Estadual que, na sequência, elegeu a sua direção executiva com a presença do deputado estadual Ivory de Lira, reconduzido ao cargo de presidente; Germana Pires, vice-presidente; Emival Dalat, secretário de Organização; e João Braga, secretário de Finanças.

O PCdoB elegeu o seu pleno com 35 membros e até o final deste ano concluirá a definição de todas as secretarias internas do partido.

Frente ampla

Marco Antônio Campanella representou o Comitê Central na Conferência, apresentando um informe da resolução nacional “Garantir o êxito do governo Lula e fortalecer o PCdoB”. 

Campanella resgatou o “significado da vitória do presidente Lula”, a “importância da estratégia de frente ampla”, “as conquistas obtidas no 1º ano de governo”, mas alertou para “a necessidade de fortalecer a mesma frente política e aprofundar a mobilização popular na defesa da democracia e de uma política nacional-desenvolvimentista, com ênfase na reindustrialização do país, para se contrapor às tendências neoliberais que ainda persistem na realidade”.  

O dirigente também salientou a atuação da ministra Luciana Santos, da Ciência, Tecnologia e Inovação – e presidente nacional do partido – em uma área estratégica ao desenvolvimento e à soberania do Brasil.

Ivory de Lira, o deputado estadual mais votado da Federação Brasil da Esperança no Tocantins, também falou sobre “a importância da vitória de Lula para superar os anos de atraso e obscurantismo vividos pelo país no governo anterior”, e destacou “as alianças que o PCdoB, através da FE Brasil,  empreender no Estado para garantir o seu desenvolvimento econômico e social”. 

Foto: Portal T1 Notícias

O parlamentar também ressaltou importantes agendas que o governo federal já promoveu no estado na busca de parcerias com o governador Wanderley Barbosa em áreas importantes do desenvolvimento econômico e social. 

Ivory acrescentou que o objetivo do partido, juntamente com o PT e o PV, da Federação Brasil Esperança, é fortalecer as representações partidárias nas Câmaras nas mais diversas cidades do Tocantins. “Queremos eleger vereadores em todas as regiões do Estado. Vamos lançar candidatos competitivos e esperamos junto com os nossos companheiros do PT e do PV fazer uma boa bancada no estado todo. Este é o primeiro passo”, disse.

Germana Pires, ex-candidata a vice-governadora nas eleições de 2022 pela FE Brasil, apresentou uma análise da situação estadual, destacando a atuação do partido nos espaços institucionais do governo Wanderley Barbosa, especialmente na área de ciência e pesquisa, e falou da importância de fortalecer o partido para o pleito de 2024, com ênfase na eleição de vereadores na capital e nas principais cidades tocantinenses. 

A jornalista Roberta Tum, cujo nome foi apresentado pelo PCdoB como pré-candidata a prefeita de Palmas, também fez uma saudação aos presentes e discorreu sobre o significado das eleições de 2024 e o que representa o PCdoB nessa disputa. 

PT e PDT presentes

O PDT do vice-governador Laurez Moreira também marcou presença na conferência através de João Pedro, uma jovem liderança do partido, enquanto o PT foi representado pelo atual presidente da legenda no Estado, ex-deputado estadual José Roberto, bem como pelo presidente do Metropolitano, Vilela do PT. 

O presidente do PT Zé Roberto saudou todos os camaradas do PCdoB conclamando que o partido se fortaleça no interior para fazer o enfrentamento das políticas que ainda prejudicam os trabalhadores e as  trabalhadoras do estado do Tocantins. 

“Precisamos reforçar o time do Lula e  criar quadros para que daqui dois anos a gente possa eleger deputados estaduais e federais que possam contribuir com a formação de um grande grupo de centro esquerda que ajude a política dos trabalhadores avançar em todo País.